fbpx
imagem do telhado de uma casa

Uma das piores situações que podemos enfrentar quando estamos em casa, no trabalho ou em outros estabelecimentos em um dia chuvoso é nos depararmos com goteiras e infiltrações, não é mesmo? Esses problemas podem danificar os móveis e tornar o ambiente propício para fungos ou mofo. Portanto, é fundamental saber como cuidar do telhado.

Vale lembrar que as infiltrações podem acontecer por diversas razões, como telhas trincadas ou mal encaixadas e, até mesmo, problemas na inclinação da estrutura. Dar a devida atenção a essa parte de uma edificação é fundamental para garantir a melhor usabilidade possível.

Mais importante do que atentar ao telhado no momento da construção é realizar as manutenções periódicas. Essa iniciativa será responsável por garantir que todas as peças funcionem adequadamente.

Ficou interessado pelo assunto? Então, continue a leitura e veja 7 dicas de como cuidar bem do telhado!

1. Preste atenção ao subir no telhado

A instalação de antenas e caixas d’água é um dos principais causadores de problemas no telhado. Muitas vezes, os responsáveis por tal instalação não estão acostumados a andar sobre as telhas e/ou não têm tanta prática.

Assim, por conta de um passo errado, algumas telhas podem amassar — e, a partir de então, iniciam-se seus problemas. O ideal é verificar se os profissionais têm experiência nesse tipo de instalação antes de deixá-los subir.

Contudo, muitas vezes nós mesmos realizamos as instalações e danificamos as telhas. Algumas pessoas acreditam que poucas telhas danificadas não são suficientes para iniciar uma infiltração, mas essa negligência também gera diversos contratempos.

A melhor alternativa é a contratação de profissionais especializados para a realização desses serviços. Eles saberão exatamente onde e como pisar, evitando quebras ou trincas no material. Pense nisso!

2. Verifique se as telhas estão bem presas

Em alguns casos de infiltrações, as telhas não estão danificadas, mas sim soltas. Um vento forte pode ser suficiente para deslocá-las, abrindo uma brecha em seu telhado.

Ao primeiro sinal de chuva, uma quantidade de água entrará no forro, gerando problemas. Verificar se as telhas estão devidamente presas e protegidas contra esse tipo de situação é a melhor maneira de evitar tal ocorrência.

Assim, quando os profissionais finalizarem a instalação do telhado, peça-os para conferirem todas as peças, sem exceção, certificando que cada uma esteja devidamente presa. Dependendo do tipo de telha, o simples encaixe não é suficiente. O ideal é a utilização de parafusos, provendo firmeza às peças.

3. Tenha cuidado com as rachaduras

Infelizmente, a manutenção preventiva em telhados é rara. Esse procedimento somente é realizado quando ocorre algum erro, pois as pessoas realmente não se lembram de que o telhado pode trazer grandes problemas.

Contudo, é importante deixar claro que alguns modelos de telhas sofrem a ação de intempéries diariamente. Dessa maneira, rachaduras e pequenos buracos podem ser formados, tornando-se brechas para infiltrações posteriormente. Esses problemas somente serão percebidos em ações de preservação da estrutura.

Em outras palavras, se não houver a manutenção preventiva, mais cedo ou mais tarde você se deparará com tais questões. Então, não deixe de cuidar bem do telhado!

4. Verifique o madeiramento do telhado

O madeiramento do telhado nada mais é do que a estrutura que suporta as telhas. Ele deve ser feito de acordo com o especificado no projeto, garantindo a devida inclinação.

Muitas vezes, nos deparamos com infiltrações e goteiras, mas não pensamos que podem ser causadas por erros na instalação do madeiramento. Sendo assim, é preciso contar com profissionais gabaritados e experientes na construção dessa estrutura, que possam seguir as normas brasileiras e realizar suas atividades dentro dos conformes.

A melhor maneira de cuidar do seu telhado é dando a ele a devida importância desde o início da construção. Assim como as fundações ou estruturas, as telhas são parte fundamental da edificação. Então, procure por empresas que sejam especializadas na realização de projetos e na instalação, evitando contar com alternativas informais.

5. Fique atento quanto aos cupins

Outro tipo de problema que pode acontecer no madeiramento do telhado é o aparecimento de cupins. Aos poucos, eles atacarão sua estrutura, comprometendo a usabilidade e, principalmente, a segurança.

Existem duas espécies de cupim: de madeira seca e de solo. O primeiro faz suas colônias dentro da madeira, enquanto o segundo usa o solo, buscando o alimento em outro local.

Para acabar com essa praga, é preciso identificar o tipo de cupim que está impregnado em seu telhado, certificando o tamanho da infestação, quais os danos causados e o local exato da sua instalação. Assim, com a devida ajuda, é possível exterminá-lo.

6. Garanta que as calhas estejam sempre limpas

Manter as calhas sempre limpas é outra maneira de cuidar do telhado. Caso a sujeira se acumule, a água proveniente das chuvas não conseguirá seguir o destino proposto.

A água é conhecida por sua capacidade de locomoção, encontrando sempre um caminho para se deslocar. Em alguns casos, o acúmulo de sujeira pode ser tão grande que a água passa por baixo das telhas, aumentando as chances de infiltração.

Então, lembre-se sempre de limpar as calhas e as telhas. O ideal é que esse procedimento ocorra com certa periodicidade, como a cada dois anos.

7. Redobre o cuidado com a proximidade de árvores

Obras construídas ao lado de grandes árvores também exigem uma atenção especial quanto ao telhado. Isso porque é comum que as árvores gerem frutos e atraiam animais em busca de alimento.

As frutas, ao amadurecerem, podem cair diretamente no seu telhado, quebrando algumas telhas e ocasionado as adversidades citadas. O mesmo acontece com as sementes, principalmente as maiores. Também há o risco de os animais caírem sobre as telhas e gerarem danos à estrutura.

Para solucionar esse problema, é preciso manter as árvores podadas ou, até mesmo, investir na instalação de telas de proteção com pequenas aberturas, que permitam recolher todos os itens que caírem no telhado. Além disso, é recomendado fazer uma limpeza a cada seis meses.

Gostou do nosso artigo e ficou interessado em saber como cuidar do telhado? Então, que tal ler um pouco mais sobre o assunto? Veja como escolher o tipo de telha de acordo com cada coberta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This