Regional Telhas

Acessórios para telhados: conheça 5 principais que não podem faltar

acessórios para telhados
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

A construção de um telhado exige bastante atenção por parte dos engenheiros. É necessário levar em conta a vedação contra chuva e vento e como isso irá contribuir para o resultado estético do projeto. Para isso, é importante escolher também os melhores materiais e acessórios para telhados como parte do planejamento do projeto.

Cada peça e acessório têm uma finalidade específica no telhado, seja para melhorar sua conservação, manutenção, estética, entre outros. Dependendo do tipo de edifício, localização ou clima, alguns deles podem ser ainda mais importantes.

Para ajudar você a considerar isso em seus futuros projetos, listamos aqui os principais acessórios para telhados que você deve sempre considerar ao se planejar. Confira!

1. Fixadores

Para garantir a estabilidade das telhas durante chuvas e vento forte, é necessário utilizar fixadores de maior qualidade, tanto para fixação das telhas na estrutura, quanto para costura entre as peças. Em lugares onde o clima pode ser mais intenso, com dias de sol forte e chuva forte em um curto período de tempo, a qualidade dos fixadores se torna mais importante.

Outro ponto a ser levado em conta é escolher o tipo correto para cada tipo de estrutura. Existem fixadores próprios para aço ou madeira, sendo diversos modelos autobrocantes, sem necessidade de perfuração antecipada.

2. RUFOS

Rufos são acessórios metálicos para telhados e fachadas, que podem ser usados para proteger vãos, captar e desviar água de chuva e até prover um acabamento estético. Eles podem ser usados como calhas, fechamentos de onda, rufos de canto interno e externo, além de rufos chapéu, água furtada, espigão e cumeeiras lisas.

  • Calhas: Usadas para captação e escoamento da água que corre da cobertura.
  • Fechamentos de onda: Também conhecidos como tapa-onda, são usados para proteger o vão gerado pela onda ou castelo das telhas, impedindo a entrada de animais como pássaros, ratos ou insetos.
  • Rufos de canto interno e externo: Usados para acabamento nos cantos que unem as laterais de fachadas;
  • Rufos chapéu: Muito usados para cobrir paredes e impedir infiltração na alvenaria;
  • Água furtada: Semelhante a uma calha, porém que capta água de partes inclinadas em direções diferentes;
  • Espigão: Semelhante a uma cumeeira, porém que direciona a água para diferentes partes inclinadas;
  • Cumeeiras lisas: Usadas para cobrir o ponto mais alto de um telhado em duas quedas.

A instalação de rufos exige bastante cuidado e uma equipe especializada, pois é necessário levar em conta os detalhes técnicos do projeto, além da predominância de chuva e vento do qual as peças terão de suportar, para que haja boa vedação.

3. Cumeeira

Cumeeiras são basicamente telhas dobradas, que serão instaladas no topo das telhas (no cume), cobrindo o espaço vazio e desviando a água da chuva na direção das telhas.

A maioria dos princípios aplicados aos rufos se aplica aqui também: Material de boa qualidade, instalação feita com cuidado para evitar frestas, fixação adequada e outros.

4. Mantas térmicas

Em muitas regiões, o conforto térmico é fundamental. Nesse sentido, muitos optam por aplicar mantas térmicas sobre os telhados e fachadas, que é por onde a maior parte da luz solar e calor entram nos edifícios.

Essas mantas podem ser compostas por fibras de vidro e até de rochas, de modo a oferecer proteção que diminui a incidência e a quantidade de calor no ambiente, além de contribuir para uma boa acústica.

5.  Telhas translúcidas

Outra opção para melhorar a estética e economizar energia é utilizar telhas translúcidas. São peças compostas de fibra de vidro, que com uma proporção aproximada de 5×1, já oferece um bom aproveitamento da luz natural.

Portanto, a escolha de acessórios de qualidade para telhados é indispensável para o melhor resultado em seus projetos, tanto do ponto de vista da conservação quanto da estética.

Quer mais informações para otimizar seus projetos? Então veja também nosso artigo falando sobre as diferenças entre rufos e calhas agora mesmo.

 

 

 

EBOOK

Tipos de telha:

conheça os principais e saiba quando usá-los

Faça o download grátis no botão abaixo.