fbpx
Bicho no telhado: descubra o que fazer para evitar esse problema

Um telhado lindo e bem colocado pode ser atraente não só para você e sua família, mas também para pequenos animais que veem nos vãos das telhas o lugar perfeito para construir ninhos.

E é para ajudar a solucionar esse tipo de problema que vamos dar dicas de como vedar essas áreas, como fazer uma desinfestação adequada e manter a sua casa livre de problemas e doenças.

Se você está sofrendo com bicho no telhado, continue lendo este artigo e resolva já esse problema!

Mantenha seu telhado livre de bichos

Pode parecer bobagem, mas animais alojados em forros e telhados são um problema bem sério. Eles costumam danificar o telhado, comprometer a higiene do ambiente e ainda se tornam vetores de doenças.

Entre os animais mais comuns que costumam usar telhados como ninhos estão as aves — em especial os pombos —, os ratos, os morcegos e os gambás.

Veja as doenças que esses animais transmitem

Entre as doenças mais comuns transmitidas por esses bichos estão a salmonelose — cujos sintomas se parecem com os de uma gastroenterite —, a criptococose, uma inflamação por fungo que afeta os pulmões e pode causar também meningite, e a toxoplasmose. Todas são transmitidas pelas fezes dos pombos.

Esses bichos merecem destaque especial no cuidado com o telhado, já que parecem inofensivos e não atacam, mas transmitem uma série de males por seus excrementos.  Mesmo que você não tenha contato direto com essas fezes, elas secam, viram poeira, são carregadas pelo ar e contaminam o ambiente próximo. Evite ao máximo ter esses animais próximo da sua residência.

No caso dos morcegos, é preciso um cuidado maior na hora de fazer a desinfestação, já que esse bicho ataca e, em caso de mordida, pode transmitir raiva. Aliás, os morcegos são os segundo maiores transmissores da doença no mundo depois dos cachorros.

Outro tipo de doença transmitida por esses mamíferos é a histoplasmose, causada por um fungo que se desenvolve nas fezes dos morcegos e, quando inalada, gera uma grave infecção pulmonar.

O terceiro hospedeiro bem comum em telhados e forros são os ratos. Os chamados ratos pretos e os ratos de telhado são espécies que têm capacidade de escalar e podem se alojar em lugares altos.

Além de danificar a estrutura do telhado, por serem roedores, esses animais costumam ser responsáveis pela transmissão de mais de 40 doenças, entre elas: a leptospirose, cuja contaminação se dá pelo contato da urina do rato com água; peste bubônica, transmitida por uma bactéria que vive em pulgas que parasitam ratos; tifo; raiva e micoses.

Ou seja, fechar as áreas abertas do seu telhado é uma coisa bem séria e que deve ser feita o quanto antes para evitar problemas.

Previna-se das ameaças

O melhor jeito de não se expor a esse tipo de infestação é vedando as entradas do seu telhado, mas essa alternativa não precisa significar o fim da ventilação e iluminação da sua casa.

Vamos ver agora algumas opções que resolvem o problema e ainda mantêm as vantagens de se ter um telhado.

Telas ou passarinheiras

Solução rápida e barata para cobrir os vãos das telhas impedindo a entrada de animais e ainda conservando a ventilação. Existem vários modelos, feitos de vários materiais, disponíveis no mercado. A colocação costuma ser rápida e sem grandes transtornos. Já a iluminação pode ser um pouco prejudicada nesse tipo de solução.

Telhas de vidro

Solução ideal para quem curte e precisa de mais iluminação no ambiente. Você não precisa trocar todo o telhado por peças de vidro, bastando colocar uma ou duas para ter mais luz no ambiente e espantar os animais.

É que esse tipo de bicho procura ambientes escuros para se abrigar e montar seu ninho. A luz que transpassa as telhas de vidro vai iluminar o ambiente e afastar bichinhos indesejados, além de levar mais luminosidade para o seu espaço.

Tijolos de vidro

Promovem efeito parecido com o da telha de vidro, mas sem ter que mexer no telhado. Também ajudam a dar um charme na decoração.

Aplique alguns tijolos ou blocos de vidro próximo ao forro do telhado e promova maior entrada de luz no ambiente, espantando todo e qualquer visitante indesejado.

Elimine as ameaças

Caso você já esteja tendo problemas com bicho no telhado, fique atento a estas dicas para solucionar a questão sem colocar sua saúde em risco:

  • promova uma desinfestação — vá até o telhado, espante os animais e destrua seus ninhos. Muito cuidado com ratos e morcegos, que atacam, mordem e transmitem raiva pela saliva;
  • limpe toda a área, removendo todo e qualquer tipo de resíduo. Não se esqueça de usar luvas e máscaras, já que aspirar poeira com fezes de pombo ou morcego pode acarretar as doenças já mencionadas aqui. As luvas evitam contato com fezes e urinas, que também são vetores;
  • dependendo do lugar, use produtos com odores fortes, como creolina ou água sanitária, para limpar, ou algum desinfetante à base de formaldeído;
  • após a faxina, feche completamente os vãos e qualquer outra possibilidade de entrada desses animais para não correr mais risco de nova infestação;
  • lembre-se de não alimente esses bichos, não deixando restos de comida expostos — o que poderá atraí-los —, e mantenha sempre sua casa muito bem arejada e iluminada.

Planeje sua obra e evite bicho no telhado

A melhor forma de evitar esse tipo de aborrecimento é planejar bem a sua obra. Ao construir um telhado, pense que esse tipo de problema pode acontecer e já implemente uma solução, seja com telas, seja com telhas de vidro ou tijolos transparentes. O importante é tomar esse cuidado desde o início e não precisar lidar com esse tipo de situação.

Como vimos, a presença de bicho no telhado não deve ser uma questão deixada de lado, já que esses animais, além de danificarem a estrutura da cobertura, podem transmitir doenças.

As soluções são rápidas e fáceis de ser implementadas, só precisando ser feitas com cuidado para não acarretar acidentes ou contaminações.

Se você gostou deste artigo, aproveite para saber tudo sobre a manutenção de telhados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This