fbpx
Como fazer a gestão da qualidade na construção civil? Entenda aqui

A gestão da qualidade na construção civil é um conceito que surgiu para elevar os padrões das construções, desde a parte do planejamento do empreendimento até a entrega ao cliente. Oferecer um produto de qualidade não impacta apenas a satisfação dos consumidores, mas também gera economia, organização e a diminuição de retrabalho e de atrasos, que são os principais problemas encontrados nos canteiros de obra.

Quando os procedimentos e serviços são devidamente acompanhados e a equipe segue um padrão de produção, utilizando os materiais da melhor maneira, ocorre a diminuição do desperdício de tempo e de recursos, o que aumenta a produtividade e a qualidade da construção.

Se você quer saber mais sobre gestão da qualidade na construção civil e quais são os seus benefícios, continue a leitura deste artigo que preparamos para você!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Qual é a importância da gestão da qualidade no canteiro de obras?

A gestão de qualidade na construção civil é uma ferramenta que busca padronizar os processos e serviços para melhorar a produtividade e o resultado final dos empreendimentos. Ela é amplamente utilizada como um instrumento para atender as expectativas dos consumidores quanto aos serviços oferecidos por determinada empresa.

Existem normas que auxiliam a elaboração e aplicação de um bom controle de qualidade, como a ISO 9001 — certificação que garante os mais altos níveis do sistema de gestão de qualidade, com reconhecimento nacional e internacional.

Ter um bom controle de qualidade em uma obra garante que todas as atividades serão feitas de maneira sustentável, com o melhor uso dos insumos e recursos, além de aumentar a produtividade dos trabalhadores sem prejudicar sua saúde e segurança.

Quais são os benefícios dessa ferramenta?

A gestão de qualidade na construção civil traz vantagens para as empresas de construção, que podem diminuir seus custos e prazos, mas também para os consumidores, que vão usufruir de um empreendimento de alto padrão.

Confira agora quais são os principais benefícios do controle da qualidade.

Redução de custos e desperdícios

Apesar de exigir alguns investimentos, a gestão da qualidade na construção civil torna a obra mais eficaz quando identifica e aprimora todos os processos produtivos e fluxos que envolvem os consumidores, os fornecedores e os parceiros. Além disso, monitorar o andamento das atividades reduz as chances de erros, retrabalhos e desperdício de tempo e de recursos.

Aumento da produtividade

Para ter uma boa gestão de qualidade, a organização deve atender a uma série de normas técnicas, que são elaboradas para garantir um certo padrão do produto final e para definir as tarefas que cabem a cada colaborador. Isso faz com que os pontos fracos e gargalos da produção sejam identificados, o que aumenta a produtividade e uniformiza os serviços.

Eficiência no controle de processos

A gestão da qualidade na construção civil visa mapear e documentar toda a produção, o que possibilita uma visão clara das características mais fortes e dos desafios que a organização enfrentará para aumentar o seu desempenho. Por esse motivo, o controle de processos é uma ótima forma de melhorar a performance do negócio, impactando a satisfação dos clientes e a competitividade no mercado.

No mais, o controle de processos faz com que as experiências de cada trabalhador sejam repassadas para os demais integrantes da equipe, evitando que o afastamento de um colaborador prejudique o andamento da produção. Isso também impede que o conhecimento técnico se perca e facilita o treinamento de outras pessoas para a mesma função.

Como fazer a gestão da qualidade?

A gestão da qualidade na construção civil deve começar com a avaliação dos atuais processos e atividades da construtora. Provavelmente, algum controle de qualidade já deve existir em algum nível, mesmo que de maneira informal e inconsciente. No entanto, é necessário saber quais são os principais pontos que precisam ser melhorados para aumentar o padrão dos serviços.

Depois dessa avaliação, deve-se definir o sistema de gestão de qualidade e as prioridades da empresa para o futuro, elegendo os responsáveis por cada etapa e os principais tópicos que serão abordados. Essa fase é seguida pela determinação das metas e seus indicadores.

As metas são relacionadas à obtenção da qualidade em si, mas também aos objetivos que precisam ser alcançados por meio do controle dos processos. Já os indicadores são os responsáveis por confirmar se a meta está sendo atingida. Por exemplo, se a meta é aumentar a produtividade da equipe, o indicador pode ser a comparação entre o volume de produção anterior e a produtividade depois da gestão da qualidade.

Com as metas e os indicadores estabelecidos, é possível prosseguir para a realização de treinamentos e a busca de melhorias para os pontos fracos encontrados. A qualidade na construção civil não acontece da noite para o dia, sendo necessários investimentos na capacitação dos trabalhadores e gestores do negócio.

Além disso, é essencial informar a importância da gestão da qualidade para que as novas recomendações sejam seguidas pelos funcionários. O ideal é que todos os serviços sejam padronizados executados de maneira semelhante.

Uma boa maneira de ter certeza de que tudo está de acordo com o planejado no sistema de gestão de qualidade na construção civil é a realização de auditorias. Elas devem acontecer periodicamente e abordar todos os detalhes possíveis, analisando o que tem sido feito e gerando um relatório com as sugestões de melhorias que surgirem.

Por fim, o controle de qualidade deve sempre passar por revisões, e o acompanhamento dos processos é de extrema importância nesse caso. Alguns detalhes como a escolha da mão de obra e dos materiais que serão utilizados no empreendimento podem fazer toda a diferença no resultado final. Por isso, não deixe de dar atenção para todos os setores e fases da construção.

A gestão da qualidade na construção civil tem o poder de eliminar problemas ao diminuir os desperdícios, aumentar a produção e reduzir os custos. Com isso, é possível se ater ao cronograma, garantir uma boa colocação no mercado e fornecer um empreendimento de qualidade aos consumidores.

Se você gostou deste conteúdo, compartilhe este conteúdo em suas redes sociais e deixe seus amigos de profissão por dentro do assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *