Regional Telhas Excelência em Coberturas Metálicas

Como instalar telha sanduíche? Aprenda nesse passo a passo!

No projeto de construção civil, há uma grande quantidade de componentes que precisam ser considerados em sua elaboração. Um dos mais importantes é a escolha das telhas, as quais podem afetar bastante a qualidade de vida de quem vai usar o imóvel. As telhas sanduíche, por exemplo, são uma opção bem comum para muitos engenheiros devido às suas qualidades.

Porém, além de escolher o melhor material, também é necessário saber como instalar telha sanduíche para poder aproveitar ao máximo seus benefícios. Mesmo os melhores projetos não terão a qualidade desejada se os seus materiais não forem aplicados da forma correta.

Para ajudar a entender bem sobre o assunto e melhorar seu planejamento, vamos explicar como instalar telha sanduíche, além de listar alguns de seus principais benefícios. Acompanhe.

O que são as telhas sanduíche?

Como o nome dá a entender, trata-se de um tipo de cobertura composta por duas telhas metálicas com um material de preenchimento entre elas. Esse material tem a função de servir como isolamento térmico e/ou acústico, garantindo a melhor separação, privacidade e conforto dentro do cômodo em questão.

Esse tipo de telha é bem resistente, já que é composto por várias camadas. Sendo assim, é possível usá-la como um simples isolamento ou como parte do acabamento externo do imóvel, recobrindo sua superfície. O formato mais comum para essas telhas é o trapezoidal, mas você também vai encontrar opções com forma ondulada, de canaleta ou chapa frisada, o que traz uma boa variedade para diferentes tipos de projeto.

Como instalar telha sanduíche?

Como já mencionamos, para podermos aproveitar melhor as qualidades das telhas sanduíche, elas precisam ser instaladas da forma adequada. Para ajudar com isso, separamos esse passo a passo. Confira!

Veja se a instalação é possível

Antes de começar a instalação, o mais importante é fazer um estudo da viabilidade dessas telhas no projeto. Dependendo do contexto ou de outras exigências, pode ser que elas não tenham o apoio ou a estrutura ideais, sendo necessário fazer modificações no planejamento original.

Isso é especialmente complexo quando se trata de uma reforma ou renovação, em que não há tanto espaço para modificações. Se as telhas forem instaladas em uma estrutura não compatível, isso pode ocasionar vários problemas em longo prazo, como goteiras, rachaduras, falhas na proteção termoacústica, entre outros.

Mantenha uma distância adequada entre os apoios

Assim como diferentes materiais, as telhas sanduíche também precisam de pontos de apoio em posições adequadas para se sustentarem. E, para garantir sua integridade, devem estar a uma distância adequada. Se forem muito distantes, qualquer peso, incluindo o da chuva, pode causar uma rachadura em sua superfície, a qual pode levar à partição da telha.

Felizmente, esse é um ponto bem fácil de observar, já que cada fabricante inclui a distância máxima entre os pontos de apoio nas especificações técnicas do material. Porém, além disso, também é necessário considerar a carga gerada pelo vento e pela chuva na área, de forma a ajustar os números para algo mais adequado ao seu projeto.

Considere o tipo de material isolante

Ao pensar em como instalar telha sanduíche, também é necessário ter em mente quais foram os materiais específicos usados em sua composição, especialmente o preenchimento isolante. Ele tem a maior relevância na hora de determinar o poder de isolamento termoacústico, além do peso e da resistência.

Existem dois tipos principais: o isolamento de Poliestireno Expandido EPS (Isopor) e o de Poliuretano Expandido. O primeiro é o mais comum e mais barato, sendo utilizado em grande parte dos projetos. É ideal para lidar com a temperatura média na maioria dos locais no Brasil. Já o segundo pode ser modelado para suportar altas ou baixas temperaturas, além de apresentar maior desempenho de isolamento termoacústico.

Atente ao comprimento das telhas e emendas

Nos pontos em que ocorre sobreposição entre as telhas, no lugar em que muitas delas são fixadas juntas à estrutura, é nesse lugar que há maiores chances de ocorrer vazamentos e outros problemas estruturais. Por isso, é importante planejar a instalação de forma que haja o comprimento certo e o nível ideal de sobreposição entre elas.

Nas emendas, a telha superior deve recobrir a telha inferior com uma folha de, pelo menos, 25 cm, para evitar impacto da água e que seu acúmulo não ultrapasse o vão e entre no imóvel. Todos os pontos de fixação e emenda também devem ter um isolamento adequado.

Avalie a proteção anticorrosiva

Mesmo que você já saiba como instalar telha sanduíche, esse esforço não será muito efetivo se você não pensar também em sua longevidade. E um dos pontos mais importantes aqui é a sua proteção anticorrosiva. Existem três tipos de proteção mais comuns utilizados em telhas:

Redobre a atenção com os parafusos de fixação

Por fim, mas não menos importante, você vai precisar das ferramentas e dos materiais certos para fazer a fixação correta das telhas sanduíche. Isso evita vazamento, goteiras e possíveis rachaduras.

Para fixação, o padrão é utilizar parafusos autoperfurantes, sendo usados para atravessar diretamente a telha e a viga onde ela será presa. Isso sem requisitar um furo prévio e com melhor resistência que um prego. Também devem vir acompanhadas de um anel de vedação, o qual vai preencher qualquer falha no encaixe e garantir o isolamento desejado.

Agora que você já sabe como instalar telhas sanduíche, pode começar a usá-las com mais eficiência em seus projetos. Desde que seja realizada a manutenção correta desse material, ele terá alta longevidade e adicionará bastante qualidade de vida dentro do imóvel.

Se quiser continuar recebendo mais dicas, siga a Regional Telhas no Facebook, Instagram e no YouTube agora mesmo.

Sair da versão mobile