fbpx
telhas metálicas

As telhas metálicas são soluções em crescente desenvolvimento na indústria da construção civil por serem eficazes, econômicas, duráveis e por apresentarem elevada produtividade. Além disso, podem ser empregadas em diversos tipos de empreendimentos, assim como de diversas formas. Contudo, mesmo assim, muitas pessoas não sabem os fatores que interferem no preço das telhas metálicas.

Por desconhecerem esses fatores, geralmente acreditam que essas telhas são mais caras, porém, quando entendem seus benefícios e quais os atributos e características que refletem em seu custo, percebem que sua utilização é extremamente vantajosa e viável técnica e financeiramente — sendo em muitos casos, a melhor opção.

Quer entender mais sobre esse assunto? Então, continue a leitura e não perca nenhuma informação!

O que é telha metálica?

As telhas metálicas têm o aço como matéria-prima, sendo assim muito leves e resistentes a ambientes agressivos como os marítimos, industriais e também a intempéries — reduzindo significativamente custos com manutenção. É possível encontrar diversos tipos de formatos — como trapezoidal e ondulada, espessuras variadas, acabamentos e inclusive opções que incluem isolamento térmico e acústico.

É importante levar em consideração que a telha não é o sistema de cobertura, e sim um dos componentes desse sistema, sendo que isolamentos térmicos e acústicos, estrutura de sustentação do telhado, entre outros aspectos também são relevantes na escolha do tipo de telha e, consequentemente, no tipo de telhado.

Dessa forma, as telhas metálicas apresentam um diferencial de mercado muito interessante: são variados os tipos e alguns já incluem muitas opções de isolamento térmico e acústico, assim como de revestimento — atendendo a resistência desejada e possibilitando o uso em diversos tipos de ambientes.

Quais os principais tipos e o preço de telhas?

A definição da telha ideal é feita com base no tipo de edificação, as necessidades dos usuários, no custo disponível e na logística do canteiro — afinal, é importante levar em consideração aspectos como recebimento, armazenagem e montagem.

Além disso, também é definido pela dimensão do vão e da inclinação necessária. Por exemplo, se o vão for de 40 metros, pode-se utilizar a Telha Metálica Trapezoidal RT 100/952 que demanda uma inclinação de apenas 5%.

Já quando se deseja uma inclinação maior, a Telha Trapezoidal RT 260/260 é uma excelente opção, além de ser capaz de cobrir vãos de até 13 metros sem a necessidade de apoio. Contudo, existem outros tipos de telha, que apresentam diferenças principalmente em sua composição, conforme descrevemos a seguir.

Telhas termoacústicas

Essas telhas, também denominadas de telha sanduíche, apresentam a capacidade de isolar o som em um ambiente, assim como a temperatura. São compostas por chapas metálicas em sua extremidade e material isolante no meio. A espessura do material isolante é definida pelo grau de isolamento necessário em cada projeto, contudo, a espessura de 30 mm é a mais usada.

O uso dessas telhas, inicialmente pode impactar o custo da construção, contudo, reduzem o consumo energético e proporcionam maior conforto aos usuários, sem a necessidade de utilizar ventiladores ou ares-condicionados.

Telhas translúcidas

São aquelas que permitem a entrada da luz natural, o que é cada vez mais interessante tanto do ponto de vista econômico quanto do ponto de vista ambiental, uma vez que é uma solução mais ecoeficiente — pois proporciona maior economia na energia elétrica.

De mesma forma que as telhas termoacústicas, inicialmente seu custo pode parecer superior aos demais tipos de telha, porém, a economia resultante é significativa, proporcionando um custo-benefício maior.

Telhas de fibrocimento

Essa é uma opção mais acessível, além de ser considerada ecológica. Entretanto, mesmo apresentando menor custo, ela demanda uma estrutura mais robusta e prejudica o conforto térmico da edificação — pois aumenta a temperatura média do ambiente, podendo, em alguns casos, deixar de ser interessante financeiramente.

Telhas especiais

Além das telhas metálicas, translúcidas e termoacústicas, existem outras com funções e características variadas como as multidobra que são altamente flexíveis, as telhas calandradas que são produzidas a partir de perfis RT 17, as telhas perfuradas que também contam com lã de rocha e evitam a reverberação acústica, as de lambril que são feitas com aço carbono e diversos tipos de pintura que consistem em tratamento para que a superfície da telha apresente as características necessárias.

Quais os principais fatores que influenciam o preço de telhas metálicas?

As telhas metálicas têm como principal componente o aço. Como o aço é uma commodity, apresenta grande oscilação de preço, interferindo significativamente no custo final. Contudo, outros fatores interferem na definição do custo, uma vez que a espessura do material, o acabamento, raio de entrega, entre outros, representam grande influência nesse valor final. A seguir, separamos os principais fatores.

Revestimento da matéria-prima

As telhas metálicas são feitas de aço e esse é um material que pode oxidar em seu estado natural. Assim, é importante a aplicação de revestimentos que a protejam, como no caso da galvanização, das telhas zincadas, do aço inoxidável ou do aço carbono, e das ligas de alumínio — também conhecidas como galvalume.

Revestimentos térmicos

São variados os tipos de revestimentos térmicos que podem compor as telhas metálicas. As telhas que apresentam esses revestimentos são denominadas termoacústicas e podem ter como componente isolante EPS, PUR, PIR, entre outros materiais.

É importante ressaltar que as telhas termoacústicas com PUR e PIR são altamente eficazes e apresentam durabilidade e resistência elevada, sendo, por isso, mais caras que as demais. Além disso, outro fator que interfere no preço das telhas termoacústicas é a espessura da espuma térmica, que pode ser de 0,30mm a 0,50mm — sendo que quanto maior a espessura, mais cara ela fica.

Espessura da chapa

A telha é vendida em chapas e o preço de cada uma é definido de acordo com seu peso por metro linear. Dessa forma, quanto mais espessa for uma chapa, maior será seu peso e, consequentemente, maior o preço.

Prazo de entrega

Quando o prazo de entrega é menor, em geral o custo do frete é maior, dessa forma, o custo final é afetado, pois talvez seja preciso contratar um transporte mais caro.

Distância entre local de compra e entrega

O raio de entrega, ou seja, a distância entre o local de compra e o de entrega é um dos fatores que mais impactam o custo final. Quanto mais longe de uma unidade, maior é o valor final, pois o frete é incluído e pago pelo cliente.

Volume da compra

O volume da compra também impacta o preço, afinal em uma compra maior, é possível realizar um desconto mais significativo. Além disso, quando um cliente realiza grande volume de compra, em uma ou em várias vezes, é possível oferecer preços mais competitivos, visando à fidelização. Portanto, esse aspecto é variável, interferindo de acordo com a característica de cada cliente e/ou compra.

Forma de pagamento

A forma de pagamento apresenta determinada influência no custo final uma vez que, em geral, quando o pagamento é efetuado à vista, é possível oferecer descontos, resultando um menor valor final.

Quais as principais vantagens da telha metálica?

Melhor desempenho

Ao contrário do que a maior parte das pessoas pensam, a telha metálica — mesmo in natura — apresenta melhor desempenho térmico e acústico que as telhas de barro. Assim, sua performance é mais eficiente.

Mais possibilidades de uso

As telhas metálicas podem ser de diversos formatos, espessuras, revestimentos e tamanhos, possibilitando que projetos arrojados sejam desenvolvidos com maior facilidade, atendendo necessidades específicas e genéricas do mercado de forma eficiente.

Variedade de aplicações

As telhas metálicas já não são aplicadas apenas em coberturas. Hoje, são utilizadas como revestimento para paredes, como detalhes decorativos, entre outras opções de uso.

Como se vê, as telhas metálicas proporcionam diversas vantagens, por isso seu uso tem sido crescente. Algumas vantagens são: alta qualidade, resistência superior, durabilidade, agilidade na montagem e maior produtividade.

Além disso, proporcionam maior precisão por apresentarem dimensões milimétricas, maior flexibilidade possibilitando diversos usos arquitetônicos, leveza, necessidade de menor inclinação — entre 2% a 15%, e possibilitam uma obra limpa.

Por isso, entender o preço de telhas faz toda a diferença, assim, a escolha será pautada no custo-benefício real e não apenas naquilo que parece ser mais interessante economicamente em um primeiro momento.

Gostou desse texto? Então, aproveite a visita ao blog, leia o texto “Como escolher o melhor tipo de telha para cada cobertura?” e se torne um expert no assunto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This