fbpx
O que é e como medir a produtividade na construção civil?

Medir a produtividade na construção civil não é nada fácil. Primeiramente, é preciso não confundi-la com a produção, que é o resultado de uma determinada atividade, beneficiada por melhores índices de produtividade.

 Todas as atividades da obra, como fundações, instalações hidráulicas, instalações elétricas, estrutura, acabamento e outras, têm suas peculiaridades que devem ser consideradas para determinar a sua produtividade. 

A partir de então, deve-se levar em consideração a quantidade de serviço que será executado pela equipe, sem se esquecer de ponderar o número de profissionais que serão empregados para a conclusão dessa tarefa. Assim, a produtividade poderá ser expressa em números individuais ou por toda a equipe.

Contudo, é preciso analisar o prazo de execução, a estimativa de custos do empreendimento e a constante necessidade de reduzir desperdícios e aumentar a lucratividade. Todos esses aspectos devem ser analisados na gestão de um empreendimento.

Interessou-se pelo assunto? Então, continue a leitura deste artigo e entenda o que é e como medir a produtividade na construção civil. Não perca essa oportunidade!

Tenha cuidado com os retrabalhos

A quantidade de retrabalhos diz muito sobre o processo de produção de uma obra. A baixa qualidade de um serviço ou a utilização de informações erradas são os principais responsáveis pela execução de retrabalhos. 

Podemos dizer que esse tipo de situação é extremamente prejudicial para o empreendimento, pois além de prejudicar o cronograma de atividades, haverá o desperdício de material e a necessidade de alocar profissionais para a correção dos erros, aumentando os custos da obra.

Em outras palavras, quando o trabalho não precisa ser refeito, o desperdício é reduzido, os prazos são atendidos e os clientes ficam mais satisfeitos. Pense nisso!

Leve a segurança a sério

Um dos aspectos mais importantes da construção civil é a segurança. Utilizar as ferramentas corretas, assegurar o uso dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e conscientizar os colaboradores é fundamental para o sucesso de um empreendimento. 

Além disso, pode-se afirmar que a segurança está diretamente ligada à produtividade na construção civil. Uma obra sem acidentes, por exemplo, não perde tempo com paradas e, assim, torna-se mais fácil seguir o cronograma das atividades, cumprindo os prazos que foram previamente estabelecidos. 

Invista no planejamento e controle de obras

O planejamento e o controle de obras também são de grande valia para medir a produtividade na construção civil. É preciso deixar claro que obras bem planejadas não sofrem com problemas como a falta de materiais ou o desperdício de insumos. 

O planejamento é responsável por determinar o ritmo de execução das atividades e a ordem de execução das tarefas. Cometer erros nesse processo será extremamente prejudicial para o andamento das atividades e, consequentemente, para os resultados do negócio. 

Além de planejar a execução de cada uma das tarefas, é preciso controlar o que foi realizado. Mudanças podem acontecer, alterando a ordem de prioridade das tarefas e exigindo adaptações no cronograma.

Outro ponto que merece atenção no controle é a produtividade dos colaboradores: caso ela não esteja de acordo com o que foi considerado no planejamento, é preciso identificar o que está acontecendo, buscando soluções rápidas e eficazes e minimizando os impactos. Pense nisso!

Para facilitar esse processo, é recomendado fazer a análise de indicadores de desempenho (KPIs), facilitando o acompanhamento das fases e permitindo um controle mais fácil de insumos e do estoque da obra. Os benefícios serão iminentes. 

Capacite seus profissionais

Muitos gestores acreditam que a capacitação dos profissionais é uma despesa extra, mas os treinamentos e cursos devem ser vistos como um grande investimento. Certamente, os colaboradores terão informações para melhorar o seu desempenho, aumentar sua produtividade e, consequentemente, apresentar melhores resultados para sua obra. 

A perda de tempo decorrida dos treinamentos é relativamente pequena perto do ganho de conhecimento dos profissionais. Além disso, eles se sentirão valorizados, tendendo a entregar mais como forma de compensação pelo investimento realizado. 

Outro ponto que deve ser destacado é a capacidade de conscientização do uso de recursos. Os cursos de capacitação podem ser momentos para integrar a cultura da redução de desperdícios e ensinar os colaboradores a operar novos recursos tecnológicos.

Melhore o relacionamento com os fornecedores

Os fornecedores também podem interferir diretamente na produtividade. É preciso considerar todo o processo logístico para a compra de materiais. Imagine, por exemplo, um determinado insumo que seja difícil de encontrar no mercado. 

Esse tipo de material deve ser comprado antes de que seu uso seja necessário. Caso esse tipo de planejamento não faça parte do empreendimento, as atividades poderão ser paralisadas, impactando o cronograma e prejudicando a imagem da empresa. 

Em termos de relação com os fornecedores, é fundamental manter um bom relacionamento com eles. É preciso encontrar profissionais e empresas que se tornem parceiras do seu negócio e que façam de tudo para cumprir com o combinado, entregando os produtos dentro do prazo esperado. 

Além disso, essa relação de parceria será fundamental quando problemas acontecerem. Os fornecedores deverão informar o gestor sobre possíveis atrasos, permitindo que a sua empresa se adapte às novas realidades. Caso o produto chegue sem atraso, você saberá que o fornecedor se esforçou para conseguir cumprir com o combinado, evitando prejudicar o seu empreendimento. Concorda?

Use e abuse das novas tecnologias

O investimento em novas tecnologias também é uma excelente maneira para aumentar a produtividade na construção civil. Hoje, já existem softwares capazes de integrar toda a gestão de um empreendimento, fornecendo informações precisas aos gestores e, assim, facilitando a tomada de decisão.

Além disso, procedimentos como a gestão financeira, o controle de estoque, a análise de riscos, o controle do cronograma e outros podem ser simplificados por meio de recursos tecnológicos. 

Os equipamentos também merecem a devida atenção, uma vez que eles estão vindo cada vez mais automatizados, deixando a execução das tarefas mais simples e eficaz. Dessa forma, o tempo necessário para a realização de determinadas tarefas diminuirá consideravelmente. 

Medir a produtividade na construção civil não é uma tarefa fácil, mas podemos dizer que ela é imprescindível para o sucesso de um projeto. Além de medi-la, é preciso controlá-la e tomar medidas suficientes para melhorar o resultado do negócio. Estando de posse das informações, é mais fácil realizar esse procedimento. 

E aí, gostou do nosso artigo? O que achou de medir a produtividade na construção civil? Ficou interessado pelo assunto? Então, que tal aprender 9 dicas para melhorar o orçamento de obra? Boa leitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This