Regional Telhas Excelência em Coberturas Metálicas

O que é telha termoacústica e por que ela é um bom investimento?

O cenário econômico do Brasil indica mudanças positivas para o segmento de construção civil. Indicadores do IBGE apontaram que, entre os meses de janeiro e agosto do ano passado, o setor cresceu 2% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Isso significa que, mais do que nunca, é hora de investir em novas tecnologias, proporcionando aos clientes um trabalho executado com excelência e valor agregado na matéria-prima.

Entender o que é telha termoacústica pode ser fundamental para quem tem esse objetivo. O material pode agregar bastante ao empreendimento que está sendo projetado, garantindo mais conforto térmico e acústico para aqueles que utilizarão o espaço.

Se você tem interesse no assunto e quer se manter por dentro das tendências do mercado da construção, não deixe de conferir este artigo. Continuando a leitura, você descobre o que é telha termoacústica e por que essa é uma inovação da construção civil capaz de revolucionar o mercado.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

O que é telha termoacústica?

Telhas termoacústicas são aquelas que, além de servirem como cobertura, também têm como função o isolamento da temperatura (termo) e do som (acústica). Também conhecidas como telhas sanduíche, por serem estruturadas por duas placas metálicas de aço galvanizado (ou galvalume) encostadas uma à outra e recheadas, tal qual um sanduíche, por um material isolante.

Em geral, esse material é gerado a partir de EPS (poliestireno, o famoso isopor) ou PUR (poliuretano), mas pode ser também lã de rocha ou de vidro. Os mais diversificados materiais visam a objetivos específicos, e tudo deve ser decidido conforme o mais adequado. Para isso, é preciso conhecimento sobre as distinções de cada tipo e bom planejamento para garantir uma execução segura e livre de falhas.

Quer saber a diferença entre o uso dos dois primeiros materiais em telhas termoacústicas? Confira nosso comparativo logo abaixo e veja qual deles é o melhor para o seu projeto!

Quais as diferenças entre os isolantes poliestireno e poliuretano?

Por ter uma alta capacidade de conduzir calor (o chamado Fator K), o poliestireno conserva por mais tempo as temperaturas internas. Além disso, tolera temperaturas mais altas do que o poliuretano.

Já o poliuretano tem maior resistência à corrosão, sendo, portanto, mais indicado para locais de armazenamento de produtos químicos. Para gerar o efeito isolante desejado, a espessura das chapas deve ser de, no mínimo, 30 mm, mas a medida pode variar conforme a necessidade do cliente.

Como é feita a aplicação dos revestimentos?

A aplicação dos revestimentos das telhas pode ser feita de duas formas: pela colagem do material isolante, como é o caso do isopor nas telhas de EPS; ou, no caso das de PIR e PUR, é possível fazer a união das placas por meio da injeção contínua do produto que será usado entre elas.

Como escolher o melhor revestimento para a telha termoacústica?

Para poder adicionar mais qualidade às telhas, elas costumam receber um revestimento quando saem de fábrica, que pode variar de acordo com as suas necessidades. Veja os principais deles e quais são as suas qualidades. Perceba o que realmente importa na hora de escolher o mais adequado para os seus projetos.

Simples

Como o nome já deixa a entender, esse é o acabamento básico, com uma simples camada de metal. É muito mais utilizado em lajes de locais com pouca necessidade de proteção. Não oferecem muito mais qualidade, mas seu custo de aquisição e instalação é relativamente menor, o que ajuda em certos projetos pequenos.

Forro

O acabamento em forro é muito mais usado para revestimento de áreas internas, permitindo que essas telhas sejam usadas também como isolamento termoacústico entre diferentes cômodos de um edifício. Além de ter um custo relativamente baixo, ele também proporciona um acabamento estético bem eficaz e pode ser integrado com outros materiais para criar a aparência ideal.

Dupla

Se você vai utilizar esses materiais em espaços onde os dois lados da telha ficam aparentes, como é o caso de portas de garagem e galpões, então precisa de um revestimento mais encorpado nas duas faces. O revestimento duplo proporciona a proteção necessária para evitar desgaste prematuro das suas telhas, mesmo com a superfície extra exposta.

Com pintura

Em alguns casos, vale a pena fazer uma pintura adequada em sua telha termoacústica antes de instalá-la. Primeiramente, você terá o design que deseja para combinar com o resto do local. Segundo, a tinta também serve como um isolamento bem eficaz, impedindo que haja oxidação do material devido à chuva.

Isopor

O revestimento de isopor pode não ser a sua primeira ideia, mas ele ainda é muito eficaz em vários aspectos. Além de ter as qualidades de isolamento que você precisa, ele também é um bom material para retardar chamas em caso de incêndio, é 100% reciclável e seu custo de investimento é menor que o de algumas alternativas, apresentando uma excelente relação entre custo e benefício.

Lã de rocha

Por outro lado, para quem está disposto a fazer um investimento mais alto, a lã de rocha costuma ser uma das melhores opções disponíveis. Sua composição a torna bem leve, sendo fácil de incluir em várias estruturas e projetos. Além disso, ela tem o melhor isolamento acústico, bom isolamento térmico e altíssima resistência ao calor, sendo ótimo para garantir a segurança de áreas onde há riscos de incêndio.

Por que usar telha termoacústica?

Agora que já explicamos o que é telha termoacústica, seus revestimentos, e descrevemos por que e como fazer tais revestimentos, vamos falar um pouco das razões pelas quais essa opção deve ser considerada em seus próximos projetos. Considere as observações para fazer um bom planejamento e execução da obra.

Embora seu uso seja muito comum em coberturas de galpões, as telhas sanduíche vêm sendo também adotadas em projetos domésticos — tanto para as residências simples quanto para as mais sofisticadas. Isso porque o uso do material, além de ser benéfico para a natureza, traz economia ao eliminar a necessidade de construir lajes, bastando um forro de gesso para dar acabamento interno ao imóvel.

Além disso, hoje em dia os estreitamentos de obras não exigem alvenaria de cerâmica para isolar o ambiente. Para isso, basta uma telha termoacústica aplicada na vertical, dando ao espaço todas as vantagens que o material pode oferecer. Caso a intenção não seja deixar as placas à mostra, é possível usar steel frame ou dry-wall, por exemplo, como estratégias de revestimento, garantindo um acabamento melhor ao cômodo.

Essa técnica, além de rápida, é bastante econômica, pois reduz a quantidade de mão de obra necessária para executar o projeto, uma vez que não precisará de pedreiros para fazer o corte das paredes, assentar os blocos, rebocar ou realizar outros trabalhos do gênero.

Além de gerar redução de custos, as telhas termoacústicas são uma alternativa sustentável para o segmento de coberturas, em razão da economia de energia gerada, possibilidade de reciclagem do material e uso de resíduos pouco nocivos ao meio ambiente em sua produção.

Outro diferencial das telhas termoacústicas é a aparência. Com a popularidade do famoso estilo industrial, essas peças passaram a ser incorporadas aos projetos como forma de agregar valor estético ao imóvel — além, é claro, das vantagens que citaremos logo a seguir.

Quais são as principais vantagens da telha termoacústica?

As termoacústicas não são as telhas favoritas dos engenheiros à toa. Na verdade, elas garantem tantas vantagens para quem opta por usá-las que nós apostamos que, após ler este artigo, você também estará convencido de implantá-las nos seus projetos!

Quer saber quais são esses benefícios? Então, veja a nossa lista a seguir:

Qual é o custo-benefício das telhas termoacústicas?

Como mencionamos acima, uma das grandes vantagens do uso das telhas termoacústicas é o seu custo-benefício.

Esse tipo de telha se destaca por ter a resistência como uma de suas características principais. Por aguentar naturalmente exposição a diversos materiais, sua vida útil costuma ser muito mais extensa do que a das telhas convencionais.

Além de sentir a economia no bolso devido à resistência e à redução de gastos com equipamentos de refrigeração, é possível aumentar o vão entre os apoios da estrutura para telhado, dependendo da espessura das telhas. Espaços com distâncias de 1 metro podem se tornar maiores conforme o modelo e largura da peça escolhida. Essa também é uma forma de reaproveitar a estrutura, evitando gastos e preservando a utilidade do material.

O que levar em conta na instalação das telhas?

Antes de tudo, é importante mencionar que, para que uma edificação receba corretamente a aplicação das telhas sanduíche, sua instalação precisa estar prevista desde o projeto. Isso faz com que as condições para o assentamento do revestimento estejam ideais.

Além disso, também é fundamental preservar o encaixe das telhas, valorizando suas ondulações e garantindo que as emendas não fiquem expostas, o que poderia ocasionar um deslocamento.

Como é feito o processo de manutenção?

Como todo e qualquer material que esteja exposto às ações da natureza e do homem, as telhas termoacústicas também precisam de manutenção e conservação. Separamos algumas dicas que podem ajudar a manter a conservação e durabilidade do material:

​Além disso, é preciso ter cuidado com instalações feitas no telhado, como antenas e caixas d’água. Para evitar danos ao material, conte sempre com o auxílio de profissionais experientes e especializados.

Como investir em telha termoacústica?

Se você está convencido de que investir em telhas termoacústicas é uma boa solução para o seu negócio, lembre-se que é muito importante escolher os melhores parceiros. Um resultado ruim em um trabalho terceirizado no segmento da construção civil pode impactar o andamento de toda a obra. Para evitar que isso aconteça com você, fique atento a algumas dicas para escolher o fornecedor ideal.

Estude a reputação e a história dos fornecedores

Muitas vezes, o preço é o fator de maior destaque em uma negociação, mas não se deixe levar apenas por esse aspecto. Conhecer a história da empresa, seus cases de sucesso e alguns dos trabalhos executados ajuda a entender se o potencial parceiro é, de fato, uma autoridade no segmento.

Busque indicações com quem já trabalhou com a empresa

Nada melhor do que ouvir antigos clientes para atestar a qualidade de um fornecedor. Entre em contato com alguns deles e faça perguntas-chave para determinar sua escolha.

Conheça as certificações e especializações da equipe de atendimento

Perceber os pontos fortes da equipe que poderá prestar o serviço a você contribui para o aumento da credibilidade e confiança gerados pela empresa.

Procure saber sobre a procedência dos materiais utilizados

Saber se o material utilizado pelo fornecedor é de qualidade pode evitar prejuízos futuros na obra. Certifique-se de que os produtos estão de acordo com as normas e técnicas do segmento e faça um bom negócio!

Saber o que é telha termoacústica e como incorporá-la aos seus projetos, com certeza, agregará um imenso valor às obras entregues. Além disso, é preciso observar as formas mais seguras de aplicar os tipos de telhas, o que inclui planejamento e execução conforme o mais adequado para aplicação desse tipo de telha. Lembre-se, também, de seguir as dicas dadas neste artigo para aproveitar ao máximo as funcionalidades do material.

Agora chegou a hora de decidir se é o momento de adotar o item em seus projetos. Caso queira o apoio de uma empresa com tradição e experiência no segmento de construção civil, entre em contato conosco para que possamos estudar as melhores opções para o seu empreendimento!

Sair da versão mobile