fbpx
homem instalando isolamento térmico

As temperaturas médias no Brasil são relativamente altas, e isso proporciona um elevado desconforto térmico em residências, escritórios, escolas e demais ambientes, especialmente durante os meses mais quentes. Com isso, é necessário investir em sistemas de refrigeração, que podem representar um aumento significativo no consumo de energia elétrica. Uma solução para evitar esses problemas é investir em isolamento térmico.

O isolamento térmico pode ser feito de várias formas. Com ele, é possível manter uma sensação térmica mais agradável dentro de uma construção — seja em épocas muito quentes, seja em estações mais frias.

Quer entender mais sobre esse recurso, conhecer sua importância, as vantagens e os principais tipos de isolamento? Continue a leitura!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

O que é isolamento térmico?

O termo isolamento térmico surgiu da capacidade que alguns materiais têm de serem isolantes, ou seja, de evitar ou permitir uma menor troca de calor. Isso ocorre porque tais substâncias apresentam um baixo coeficiente de condutibilidade de temperatura e uma boa conservação das propriedades com o passar do tempo.

Dessa forma, o isolamento térmico consiste justamente em empregar materiais que apresentam essa capacidade de resistência térmica, reduzindo a troca de calor entre o ambiente interno e o ambiente externo.

Por que o isolamento térmico é importante nas construções?

O isolamento térmico impede que o ambiente interno perca calor e fique frio quando as temperaturas externas estão baixas, ou que fique quente quando as temperaturas externas estão elevadas. Isso tem como objetivo garantir um ambiente mais confortável e saudável.

Por meio dessa ação, também é possível ter uma economia significativa nos gastos de climatização, contribuindo para que o edifício seja mais ecoeficiente e, até mesmo, sustentável.

Quais são os principais tipos de isolamento térmico?

São várias as soluções existentes para o isolamento térmico de construções ou ambientes. Confira algumas abaixo.

Telhas termoacústicas

O topo de uma edificação recebe grande incidência de raios solares, o que é responsável por grande parte do aquecimento. O uso de telhas termoacústicas é uma das ações essenciais para o isolamento térmico de uma construção. Como estão no topo da edificação, elas são a principal barreira para a incidência de calor proveniente da energia e da luz do sol.

Existem vários modelos de telhas. As mais comuns são as telhas cerâmicas, que apresentam um bom desempenho de condutividade térmica. Também existem as telhas de fibrocimento, mas a performance delas é um pouco inferior. As telhas de aço não são recomendadas para o controle de temperatura, uma vez que esse é um material que apresenta uma elevada condutividade térmica.

Existem telhas diferenciadas, como as que são fabricadas com poliestireno expandido, poliuretano rígido ou demais tipos de materiais isolantes. A telha de poliuretano rígido, também conhecida como telha sanduíche, é uma junção do aço com poliuretano. Dentro desse conjunto, o aço passa a ser uma excelente opção para o isolamento térmico e o acústico.

Esses são exemplos de telhas que apresentam mais capacidade de isolar a construção termicamente, sendo um excelente investimento.

Lajes

As lajes também são muito importantes no isolamento térmico de uma construção, por serem compostas de uma série de camadas: concreto, aço, materiais isolantes, revestimentos etc. Alguns desses isolantes podem ser mantas de diversos materiais, como lã de vidro, lã de rocha, lã de PET, cortiça, fibra cerâmica, silicato de cálcio, entre outros.

Como as lajes também servem de pisos em edificações com mais de um pavimento, os revestimentos de piso auxiliam no isolamento térmico. Além disso, é possível impermeabilizar, instalar gramados e jardins nas lajes. Todas essas opções impactam positivamente o desempenho térmico e o acústico de uma construção.

Forros

Os forros podem ser excelentes opções para conferir melhor desempenho e conforto térmico e acústico a uma edificação, mesmo que essa não tenha os demais tipos de isolamento citados. Além disso, eles podem complementar outros isolamentos, dependendo da necessidade de cada local e construção.

Existem forros de diferentes materiais, compostos por placas de lã de rocha, PET, vidro, cortiça, madeira ou EPS. Quanto mais espessas forem as camadas, maior será o isolamento térmico proporcionado pelo forro.

Além da capacidade de isolamento, muitos deles apresentam características antichamas, o que dá mais segurança e valoriza os ambientes.

Paredes

As paredes também são elementos importantes no isolamento térmico de uma edificação, pois representam o contorno externo. Quando são muito finas ou feitas sem um revestimento apropriado, comprometem o isolamento térmico da construção — mesmo que essa conte com telhas, lajes ou forros isolantes.

As paredes podem ser o principal ou único tipo de isolamento térmico. Para que isso aconteça, além do tipo construtivo utilizado — tijolos, blocos, steel frame, wood frame, paredes de concreto, entre outras —, podem ser aplicadas texturas de materiais grossos, mantas e revestimentos.

Além disso, a cor definida na pintura é muito importante e impacta na absorção de calor, uma vez que tons mais escuros refletem menos luz, reduzindo a troca de energia e absorvendo mais calor. Optar por tons claros também proporciona efeito positivo no desempenho térmico de uma edificação.

Quais são as principais vantagens do isolamento térmico em uma edificação?

O isolamento térmico gera diversas vantagens às construções, sejam elas residenciais, sejam elas comerciais ou industriais. O principal benefício é o fato de reduzir e retardar a troca de calor do ambiente interno com o externo.

Outras vantagens são:

  • mais conforto e qualidade no uso da construção;
  • mais economia com energia elétrica, uma vez que passa a ser menor o investimento em sistemas de climatização.

Sendo assim, tudo se torna mais ecológico e eficiente.

Além dessas vantagens e de agregar valor à construção, o processo executivo é simples, e existem diversas opções de isolamento térmico disponíveis no mercado, facilitando a escolha e aplicação.

Como escolher o melhor isolamento térmico para o seu projeto?

Diante de todos os pontos que destacamos, é fácil entender por que o isolamento é tão útil em qualquer projeto. A dificuldade vem na hora de escolher qual tipo de isolamento será aplicado.

A seguir, listamos algumas dicas para ajudar você a tomar a melhor decisão possível. Confira.

Avalie outros projetos em locais próximos

Mesmo que, teoricamente, um tipo de isolamento seja o melhor para manter a estrutura na temperatura adequada, há muitas coisas que podem acontecer no longo prazo, e é bem difícil ver esses efeitos com muita antecedência.

O primeiro passo para ver o que tem melhores chances de funcionar é observar outros projetos. Se há outros imóveis na mesma vizinhança que usam um tipo de isolamento térmico, você pode verificar quais problemas já foram identificados e como essas mesmas questões podem afetar o seu projeto.

Se for constatada alguma situação a ser resolvida, você pode escolher outra opção ou adaptar o seu projeto.

Veja qual opção se encaixa melhor no seu projeto

Dependendo dos materiais mais viáveis para o local, você terá uma variedade de opções com as quais trabalhar. É importante lembrar que, para cada serviço, é necessário ter em mente todas as suas limitações, incluindo aquelas impostas pelos materiais utilizados. Para cada projeto, você terá algumas opções mais adequadas do que outras.

Se você já tem uma noção de quais tipos de isolamento térmico são viáveis no longo prazo, pode decidir qual deles é o melhor no curto prazo. Nesse momento, é apenas uma questão de analisar suas propriedades e buscar aquele com melhor relação custo-benefício.

Procure fornecedores de melhor qualidade

O mesmo material, quando entregue por fornecedores diferentes, pode ter um nível de qualidade distinto: um deles pode ser altamente durável e valer cada centavo, enquanto o outro pode mal se manter de pé enquanto é manipulado. É importante que você pesquise bastante antes de decidir fechar contrato com uma empresa.

As regras padrão para esse tipo de pesquisa ainda valem: converse com clientes e ex-clientes da empresa, procure avaliações e, se possível, analise uma amostra do material de isolamento antes de fazer o pedido. Isso ajuda você a comprovar suas qualidades antes de comprometer seus recursos.

Considere combinar materiais para uma performance melhor

Por fim, mas não menos importante, é sempre bom ter em mente que mais de um tipo de isolamento pode ser usado dentro do mesmo projeto, desde que todos atendam às suas limitações de orçamento e estrutura. No fim das contas, essa combinação pode gerar resultados bem melhores do que o esperado.

Mais uma vez, a questão aqui é comparar a relação custo-benefício de diferentes opções. Algumas estruturas que estão expostas a muito calor e luz solar ao longo do dia podem precisar de uma combinação melhor, enquanto outras cumprem seu papel sem tantas mudanças. Basta ver o que ajuda você a alcançar o resultado desejado.

O isolamento térmico realmente faz total diferença nas edificações, tanto em relação ao conforto e à qualidade durante o uso quanto no que diz respeito aos fatores econômicos e ecológicos. São diversas as opções de sistemas que proporcionam um isolamento térmico melhor às edificações, o que facilita sua aplicação — tanto do ponto de vista da execução, que é simples, quanto do financeiro, já que existem opções com custos variados.

Gostou de saber mais sobre o assunto? Acha que outras pessoas também podem achar essas dicas úteis? Compartilhe este artigo nas redes sociais!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *