fbpx
homem dando manutenção no telhado

As telhas de aço são extremamente versáteis, podendo ser utilizadas tanto em coberturas quanto em fachadas. Assim, esse material aceita várias formas de aplicação. Contudo, quando a etapa de instalação não é bem realizada, é possível perceber o aparecimento de manchas nas telhas metálicas.

É interessante destacar que a versatilidade das telhas de aço, bem como sua resistência e seu custo, estão atraindo um grande número de consumidores. A vida útil do material está relacionada com a qualidade dos revestimentos que protegem o aço da oxidação e a localização onde as telhas são instaladas.

Ficou interessado? Então continue a leitura deste artigo e saiba o que pode causar manchas nas telhas metálicas. Não perca!

O que pode causar manchas nas telhas metálicas?

As manchas nas telhas metálicas podem ser originadas do processo de corte do material, fixadores com baixa qualidade, má instalação, armazenagem errada do material antes de instalar, ambientes agressivos, entre outros fatores. Os tipos de manchas são: oxidação das limalhas, do aparecimento de ferrugem (manchas negra ou vermelhas) e oxidação branca leve.

A oxidação branca se origina pela formação de “sal” branco sobre a superfície da telha, evidenciando a deterioração da camada de zinco, comprometendo a estrutura e ocasionando outros problemas. Geralmente causada por unidade recebida durante o armazenamento do material.

A oxidação vermelha, ocorre quando há a formação de oxidação alaranjada sobre a superfície, evidenciando que a camada de zinco está comprometida e a superfície do material base está exposto. Isso ocorrer em casos que a umidade permanece estagnada sobre o material.

A má instalação das telhas pode fazer surgir limalhas?

A realização de cortes em telhas é um procedimento comum. Esses cortes são realizados para que possam ser realizados ajustes em pontos específicos da cobertura ou para o fechamento lateral.

Obviamente, deve ser escolhido um material adequado para a realização do corte, como a roedora elétrica, a serra tico-tico e tesoura punção. O disco de corte não deve ser empregado por conta da calcinação do revestimento metálico e da pré-pintura.

No processo de corte resultará em limalhas, que devem ser totalmente removidas das telhas, pois com o tempo esse “pó” entrará em contato com a umidade do ar, propiciando o início do processo de oxidação, manchando a superfície do telhado.

É interessante destacar que as limalhas se oxidam por não contar com a devida proteção da zincagem. Inicialmente, as manchas são consideradas um problema estético. Se a ocorrência de oxidação for observada logo no início, é possível removê-las por meio do uso de uma solução de água e álcool a 50%.

Profissionais experientes evitam realizar cortes ou lixar ferro e aço, bem como qualquer outro tipo de serviço que possa gerar limalhas sobre a cobertura, evitando maiores problemas.

É preciso limpar as telhas depois da instalação?

A limpeza mecânica, com a utilização de escova e vassoura, citada no tópico anterior, deve ser realizada, mas não é a única forma de limpeza necessária. É preciso garantir que não haverá nenhum tipo de material solto na superfície (como: fixadores, ferramentas), tornando-se um ambiente propício para o aparecimento de manchas.

Portanto, em caso de telhas manchadas, deve-se passar um solvente em toda a superfície. Essa substância será responsável por remover a sujeira e a gordura provenientes da poluição e que aderiram à superfície metálica.

Após o solvente, é preciso lavar as telhas com uma máquina de pressão, água e sabão neutro. Esse tipo de procedimento pode ser realizado se a pintura não for aplicada após a secagem do produto. Lembre-se disso!

 

O armazenamento incorreto pode gerar manchas?

Sim. Em alguns casos, as telhas são entregues alguns dias ou, até mesmo, meses antes da instalação.

O armazenamento incorreto pode provocar o surgimento de corrosão branca ou corrosão vermelha em todo o revestimento metálico. É importante destacar que o ideal é deixar os perfis de aço desnivelados, quando for armazená-los ao ar livre.

É preciso deixar claro que o zinco e o alumínio, materiais utilizados em telhas de aço, são metais extremamente reativos com a presença de umidade. A umidade, por sua vez, pode estagnar na superfície do revestimento, propiciando uma reação química.

Assim, toda a água da chuva conseguirá escorrer, não ficando acumulada nos tubos oriundos da sobreposição das peças. Entretanto, após anos de exposição às intempéries, poderão aparecer manchas nas telhas metálicas por conta desses problemas, não é?

Bom, após algum tempo, pode ser necessário realizar a recuperação do revestimento zincado das telhas por conta do desgaste natural (possivelmente será fácil a identificação de pontos de ferrugem). Esse processo será crucial para aumentar o tempo de vida útil das telhas, por mais alguns anos.

Como acontece a reconstituição da zincagem?

A oxidação branca é suficientemente forte para remover parte do zinco que protege a chapa de aço. Desse modo, será preciso avaliar todo a superfície, buscando os pontos de oxidação e, assim, determinando a necessidade de reconstituição da zincagem.

Quando a oxidação branca for vasta e quando houver a presença de oxidação vermelha, será necessário realizar a reconstituição desse material, a frio, por meio da aplicação de uma tinta rica em zinco, que fará o papel similar à galvanização original.

Antes da aplicação da tinta, é preciso lavar todo o material e esperá-lo secar. Além disso, esse procedimento deve atender às recomendações dos fabricantes para garantir o sucesso da manutenção.

Deve-se ter muito cuidado com os recobrimentos das chapas. É comum encontrar um grau de oxidação mais intenso nessas áreas, por conta da baixa ventilação e pouca incidência direta do sol.

A tinta rica em zinco pode ser aplicada com materiais comuns de pintura e ser utilizada como acabamento. Contudo, o mais comum é que se realize a aplicação de uma segunda camada de pintura sobre ela.

Como remover a ferrugem?

Certamente, essa é uma das principais dúvidas sobre o assunto. A remoção da ferrugem deve ser realizada por meio de uma escova de aço nos locais onde o problema for mais acentuado.

Após o uso da escova, deve-se realizar uma limpeza com pano úmido nos respectivos pontos, para uma melhor visualização do trabalho. Assim, será possível avaliar a necessidade de reutilização da escova de aço.

A próxima etapa se dá pelo lixamento dos pontos em que a ferrugem está presente. A lixa deve ser fina, como aquelas utilizadas por funileiros. O lixamento visa a exposição do material base (aço), verificando se os resíduos de oxidação foram eliminados.

É importante lembrar que caso restem pontos de ferrugem, eles poderão progredir, perfurando a chapa de aço. Portanto, deve-se prestar muita atenção nessa etapa do processo.

Buscamos, ao longo deste artigo, mostrar as principais causas de manchas nas telhas metálicas. É fundamental prestar atenção nesses pontos, aumentando o tempo de vida útil do material e garantindo que o investimento realizado não seja perdido por simples razões.

E aí, gostou do nosso artigo? O que achou das informações que destacamos sobre as manchas nas telhas metálicas? Ficou com alguma dúvida? Então entre em contato conosco que teremos prazer em lhe ajudar. Estamos esperando!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This