fbpx
Veja como acabar com a infiltração no telhado com a ajuda dos rufos

A infiltração no telhado é um problema que preocupa muita gente, uma vez que pode causar danos à estrutura, danificar o acabamento das paredes ou da laje, além de gerar mofos que podem fazer mal à saúde de quem convive diariamente no ambiente onde houve o vazamento de água. Por isso, é fundamental conhecer o que causa esse transtorno e, principalmente, como resolvê-lo.

Uma das formas mais adequadas de solucionar o problema e até mesmo de evitar que ele ocorra é por meio do uso de rufos, que impedem que a água da chuva entre em contato com a parede exposta, causando a infiltração — ou vazamento.

Portanto, se você quer garantir qualidade nos empreendimentos que entrega aos seus clientes, não deixe de conferir este material até o fim, pois contaremos um pouco mais sobre as vantagens e a importância de utilizar rufos nos telhados. Confira! 

O que são rufos e quais as suas funções?

Os rufos são placas metálicas — galvanizadas ou de galvalume — utilizadas para proteger as telhas, paredes e lajes, a fim de evitar que ocorram infiltrações no telhado durante os períodos de chuva. Ou seja, eles impedem que a água passe entre o telhado e a parede e molhe todo o ambiente no qual as telhas são usadas para cobrir o local.

Apesar de muita gente se confundir, os rufos não captam água, sendo essa uma característica apenas das calhas. Eles apenas servem de proteção, uma espécie de guarda-chuva para as frestas laterais do telhado.

Quais são as causas mais comuns das infiltrações no telhado?

A infiltração é um efeito causado pelo contato da água nas paredes ou acúmulo na laje. Diversos são os motivos que podem ocasionar esse tipo de problema e, por isso, listamos alguns dos principais para você. Confira!

Ação do vento

O telhado é uma estrutura construída com o objetivo de vencer diversas ações naturais, como o vento, por exemplo. Durante a elaboração do seu projeto, no entanto, a maior força considerada é a que vem de cima. Por isso, quando ocorre um vento mais forte e, como consequência, uma pressão interna, é gerado o tão conhecido efeito de sucção.

Nesse caso, as telhas sofrem algumas deformações, podendo ser deslocadas e até mesmo sofrer algumas fissuras, fazendo com que a água escorra pelas frestas, molhando as paredes e gerando infiltração.

Chuvas fortes

Chuvas muito intensas ou fora do comum em algumas regiões também podem ser causadoras de infiltrações nos telhados, uma vez que eles não são dimensionados para suportar toda essa carga de água que é recebida. Dessa forma, as calhas entopem e a água transborda e molha as paredes.

Quais as soluções mais eficientes para resolver os problemas com infiltração?

Felizmente, problemas com infiltração de telhado são bastante simples de serem solucionados. O primeiro passo é identificar o que tem gerado o transtorno.

No entanto, a solução mais adequada para acabar com a infiltração no telhado é com a ajuda de rufos. Dessa forma, além da mão de obra qualificada, é preciso usar o parafuso correto, o sistema de fixação adequado e a borracha de vedação, não apertando demais, dando o ponto de torque suficiente para evitar vazamentos.

Se a cobertura do empreendimento for de edícula — uma água só —, o rufo é colocado na cabeceira (no topo e nas laterais). Além disso, outra opção para fazer a vedação do telhado é com o uso de cumeeiras. É importante também evitar movimentações sobre o telhado para não amassar as telhas, afinal, isso reduz o número de peças trincadas ou quebradas.

É preciso fazer a manutenção dos rufos?

A manutenção dos rufos pode ser feita periodicamente ou de acordo com o estado de conservação das placas, o que envolve o ambiente em que é instalado, se foi instalado adequadamente e a qualidade dos materiais que compõem as peças.

Quando eles são mal instalados ou estão amassados, por exemplo, formam bolsões de água, os quais podem gerar oxidação das placas, já que o sol aquece a chapa, que reage com minerais contidos na água.

Essa manutenção não exige que seja feita por profissionais, ou seja, não há necessidade de conhecimento técnico para isso. Contudo, é preciso tomar alguns cuidados, como:

  • ao realizar a limpeza dos rufos, é fundamental não utilizar produtos abrasivos, como esponjas de aço, já que eles podem riscar o material, acumulando sujeira e acelerando o processo de desgaste e oxidação da placa;
  • é preciso utilizar sempre uma esponja macia para não agredir o revestimento da placa, porque é ele que protege o aço base da chapa.

No entanto, vale ressaltar que, caso ocorram defeitos maiores nos rufos, como o descolamento, é interessante contar com a ajuda de um profissional para fazer a correção do problema.

Quais são os diferenciais dos produtos oferecidos pela Regional Telhas?

Desde 1987, a Regional Telhas é uma empresa pioneira no mercado de venda de telhas metálicas, oferecendo produtos de alta qualidade para clientes de diversas partes de todo o Brasil — e os motivos para tal sucesso não são poucos.

Além de a qualidade dos produtos ser atestada por laboratórios próprios, com profissionais treinados e capacitados, a Regional Telhas também garante a qualidade que o cliente merece ao utilizar apenas matérias-primas de primeira linha — como aço galvalume, aço galvanizado, pré-pintado e pós-pintado (de diversas cores).

Além disso, com a Regional Telhas, apesar de haver os rufos de comprimento padrão — dentados de 1,2 m e 3 m para os lisos —, também é possível personalizar o ângulo de inclinação de acordo com a necessidade do cliente.

Os rufos são placas essenciais para evitar a infiltração no telhado dos empreendimentos. No entanto, como foi visto por aqui, para garantir a qualidade que o seu cliente merece, é importante contar com uma empresa pioneira no mercado.

Agora que você já entendeu a importância de adquirir rufos de qualidade para os telhados da sua obra, não deixe de contar com uma empresa pioneira no mercado. A Regional Telhas tem as opções ideais para você. Não perca tempo e peça já o seu orçamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This