fbpx
Você sabe o que é a realidade aumentada em obras de engenharia civil?

O mundo da construção civil está contando com novas tecnologias a cada dia que passa. Atualmente, por exemplo, já podemos ver a aplicação de recursos como a realidade aumentada.

Essa inovação tecnológica, em conjunto com a realidade virtual, está ganhando mercado, e se tornando uma ferramenta fundamental para o trabalho de engenheiros e arquitetos. Pode-se dizer que as principais empresas de software estão investindo no campo da engenharia civil.

Entretanto, você sabe como a realidade aumentada pode ser usada em obras de engenharia civil? Continue a leitura deste artigo e entenda!

O que é e como funciona a realidade aumentada?

Muitas pessoas confundem realidade virtual com realidade aumentada. Ambas oferecem uma percepção única do lugar onde estamos, mas existem diferenças importantes entre elas.

A realidade virtual é uma tecnologia que nos permite vivenciar mundos que não existem fisicamente, por meio de equipamentos que passam a impressão de estarmos no ambiente gerado pelo computador.

Pode-se dizer que essa tecnologia trata de uma simulação que proporciona uma interação de ambientes sintéticos de forma virtual.

A realidade aumentada, por sua vez, aumenta a percepção sobre o mundo real, como sugere o nome. Por meio da sobreposição de imagens, é possível criar a sensação de que os objetos virtuais estão presentes no mundo real.

O software é capaz de combinar elementos da realidade virtual no ambiente físico. Sendo assim, podemos afirmar que essa tecnologia complementa o mundo real, sobrepondo ou estabelecendo objetos virtuais a ele. Dessa forma, haverá uma nova visão do ambiente em que estamos.

Concluindo, a realidade virtual e a realidade aumentada fazem parte de um conceito mais amplo, chamado de realidade misturada, que busca a representação do ambiente real, em uma extremidade, e do ambiente virtual em outra. Nesse intervalo, se encontra a realidade aumentada.

Como a realidade aumentada pode ser empregada na construção civil?

A realidade aumentada pode ser utilizada em quase todas as etapas de um projeto. A fase de elaboração de projetos, por exemplo, permitirá a verificação do empreendimento no ambiente real, identificando aspectos importantes relativos às dimensões e à compatibilidade da edificação.

É válido destacar que as atividades de se projetar construções, como prédios, casas e praças, são realizadas há um bom tempo. Alguns anos atrás, ela passou por uma drástica mudança, com a inclusão dos desenhos de computador.

Assim, se tornou possível projetar plantas digitalmente, o que representou um grande avanço para o setor. Contudo, a realidade aumentada e a possibilidade de se projetar e visualizar um projeto em três dimensões é outro avanço tecnológico considerável.

Agora, podemos projetar uma casa e mostrar todos os detalhes para o cliente, por meio de computador ou utilizando dispositivos móveis (smartphones e tablets). Particularidades como a metragem e as variações na decoração poderão ser discutidas antes do início das obras. Fantástico, não é mesmo?

Um software interessante para a utilização de recursos de realidade aumentada é o Microsoft HoloLens. Esse produto já é bastante utilizado no campo da medicina, projetando modelos tridimensionais e realistas do corpo humano. 

No âmbito da engenharia civil, o programa é capaz de trazer inovações consideráveis para seu canteiro de obras. Vale a pena conhecê-lo.

Como a realidade aumentada pode impactar no andamento de uma obra?

Agora que você já compreendeu o impacto que a realidade aumentada traz para a atividade de elaboração de projetos, é preciso compreender como esse recurso pode interferir no andamento das atividades de uma obra.

É interessante destacar que as grandes empresas do mercado já estão utilizando a realidade aumentada para melhorar a produtividade na construção civil. O uso de tecnologias específicas, como o Microsoft HoloLens, oferece vantagens consideráveis.

Esse recurso permite a interação a partir de hologramas gerados virtualmente no espaço real. Então, é possível que os profissionais se movam pela obra, comparando a área construída com aquilo que foi projetado.

Em outras palavras, será possível criar um controle remoto e em tempo real entre os principais participantes do projeto, mesmo quando eles estiverem em diferentes locais. O engenheiro poderá trocar informações com o arquiteto ou com qualquer outro profissional da obra.

Logo, o progresso da construção, a evolução das etapas e o andamento das atividades serão tarefas mais facilmente executadas, apresentando resultados melhores em um tempo menor, aumentando a produtividade nas obras.

Além disso, será possível realizar simulações, como em relação ao comportamento acústico de um compartimento ou a visualização dos pontos térmicos em um edifício.

O que mais pode ser modificado com a realidade aumentada?

Obviamente, existem outros pontos que podem ser modificados com o uso da realidade aumentada na construção civil. Itens como a exatidão dos cálculos e a visualização das estruturas são algumas vantagens.

Os cálculos já são realizados por computadores, porém a sua aplicabilidade na vida real ainda depende da construção. Agora, será possível refinar o processo, possibilitando a execução de cálculos mais certeiros.

É importante destacar que as estruturas são fundamentais em qualquer edificação. Um erro, por menor que seja, pode ser capaz de comprometer toda a construção. Nesse ponto, a realidade aumentada permitirá a verificação dos principais pontos críticos, antes de finalizar a construção. Assim, ajustes e correções poderão ser realizadas sem maiores problemas.

Dessa forma, o custo de tais mudanças e o impacto que elas terão no cronograma de obras será bem menor. Os engenheiros e arquitetos se sentirão mais tranquilos em relação aos principais problemas.

Será possível melhorar os aspectos gerais de um projeto?

É sabido que os principais problemas de um projeto de construção civil se dão em relação ao cumprimento do planejamento, ao custo da obra, à gestão de riscos e à comunicação.

A realidade aumentada também pode ser vista como uma grande alternativa para a gestão de riscos. A partir das visualizações tridimensionais, será possível identificar os pontos que merecem mais atenção durante o andamento das atividades.

Dessa forma, toda a equipe poderá trabalhar em conjunto para mitigar as ameaças e potencializar as oportunidades, com tempo hábil para cada uma dessas atividades. Será mais fácil cumprir com o que foi planejado e com o que foi orçado.

Em termos de comunicação, podemos destacar que a possibilidade de se contar com atualizações em tempo real e permitir que os colaboradores atuem e discutam sobre o projeto, remotamente, é uma grande vantagem.

Os profissionais não trabalharão mais com arquivos obsoletos e não precisarão da presença de alguém no canteiro de obras para a solução de um problema específico. A realidade aumentada será capaz de demonstrar as principais falhas da obra, independentemente do local em que os responsáveis estejam. Vale a pena investir, não é mesmo?

E então, gostou das informações que destacamos sobre a realidade aumentada na construção civil? Assine nossa newsletter e receba todos os nossos conteúdos, em primeira mão. Não deixe para depois!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This