Esclareça as suas dúvidas sobre o método wood frame!

4 minutos para ler

Entender o que é o wood frame fica mais simples quando realizamos a tradução do termo para o português. “Wood” significa “madeira”, enquanto “frame” é “moldura” ou “modelo estrutural”. Nesse sentido, fica fácil compreender o escopo desse método construtivo. Ele utiliza moldes e placas feitas com madeira para servir de estruturação para a construção.

Os wood frames podem ser empregados tanto em casas ou galpões inteiros como em partes específicas, exemplos são o telhado ou as fundações. Além disso, é versátil e pode ser instalado como um pré-moldado ou ser montado in loco. Quer entender mais sobre ele? Acompanhe!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Como funciona um método construtivo?

Antes de tudo, é importante compreender bem o conceito de “método construtivo”, que é um conjunto de técnicas e procedimentos previamente estabelecidos. Ou seja, não é um manual para construir esta ou aquela estrutura, mas um enumerado de regras e princípios que podem ser utilizados em diversas aplicações diferentes.

O que é o método wood frame?

Nesse sentido, para que um elemento se enquadre no wood frame, ele precisa cumprir os seguintes pré-requisitos:

  • uso de madeira de reflorestamento — o wood frame se encaixa no paradigma da Construção Energitérmicas Sustentáveis. Isso significa que ele deve promover a redução da exploração ambiental desde o a extração da matéria-prima até as vantagens que traz para a construção;
  • uso otimizado de materiais — um dos objetivos principais desse procedimento é reduzir, ao máximo, os desperdícios dentro de uma obra e gerar uma pequena quantidade de resíduos;
  • velocidade e simplicidade de instalação — são estruturas que podem ser moldadas com pouco tempo de serviço com técnicas construtivas fáceis e sem muita complexidade;
  • eficiência acústica e térmica — deve contribuir para melhorar o isolamento do ambiente em relação aos sons e ao calor ambiental, evitando o uso de ares-condicionados e aquecedores.

Como funciona?

O wood frame começa com a seleção da matéria-prima, que deve ser uma madeira de reflorestamento, de alta durabilidade e excelente eficiência termoacústica — como vimos anteriormente. Em todo o processo de fabricação e montagem das peças, a automação precisa ser privilegiada para trazer mais agilidade e precisão na execução.

Por esse motivo, o método é muito utilizado nos Estados Unidos para a fabricação de casas ou estruturas pré-moldadas. O imóvel, o telhado ou as paredes já vêm montadas e prontas para serem apenas pregadas ou coladas no local da obra.

Além disso, os materiais devem apresentar um custo relativamente baixo, mas sem perder a qualidade. A manutenção deve ser simples e prática.

Quais são os critérios para aplicação?

De acordo com a Diretriz SINAT número 5, o wood frame pode ser usado em:

  • sistemas construtivos, como paredes, entrepisos e coberturas, destinados à construção de unidades habitacionais unifamiliares. Entre eles, podemos citar as casas térreas e os sobrados;
  • edifícios multifamiliares com até cinco pavimentos, incluindo o térreo e o pilotis.

A norma, porém, não estipula regras para a integração do wood frame aos sistemas convencionais, como as fundações, as esquadrarias e o telhamento. Mas isso não significa que é proibido empregar a técnica neles. Todas as recomendações que couberem a ambos valem.

As principais restrições abrangem o uso de madeiras ilegais e o uso de peças fora do padrão. É interessante que você consulte a diretriz, pois as regras são muito extensas e demandam a leitura direta do manual. Portanto, utilizar o wood frame exige também bastante responsabilidade para manter a conformidade com a lei e o escopo internacionalmente reconhecido desse método construtivo.

Quer receber os melhores conteúdos na sua timeline das redes sociais? Então, siga nossas páginas!

Você também pode gostar